Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

what makes me (you) happy

Ser mulher, gerir uma carreira sob constante stress e, ao mesmo tempo, tentar ter uma vida saudável, nem sempre é compatível. Neste blog, partilho todos os meus truques e dicas para melhorar o dia-a-dia de quem não tem tempo!

what makes me (you) happy

Ser mulher, gerir uma carreira sob constante stress e, ao mesmo tempo, tentar ter uma vida saudável, nem sempre é compatível. Neste blog, partilho todos os meus truques e dicas para melhorar o dia-a-dia de quem não tem tempo!

20 de Outubro, 2018

5 Dicas para uma lasanha mais saudável

what makes me happy

Depois de uma semana com uma alimentação equilibrada, com redução de hidratos e açúcares, gosto de abrir exceções nos almoços ao fim de semana.

Um dos pratos que mais gosto é a bela Lasanha e aposto que não estou sozinha. 

Ao longo do tempo tenho arranjado formas de tornar a lasanha num prato cada vez mais saudável e prático, sem lhe retirar sabor, e que qualquer um possa fazer em casa, no menor tempo possível.

Aqui ficam 5 dicas que poderão seguir para preparar uma Lasanha, sem ficar com peso na consciência.

IMG_20181014_135609[1].jpg

 

#1 - Utilizar molho de tomate caseiro 

Vamos ser sinceros. A polpa de tomate de supermercado é bastante prática mas, se pensarmos na quantidade de aditivos que são utilizados ficamos assustados.

Se pensarmos bem, o molho de tomate é a base da Lasanha e é ele o rei da festa. Assim sendo, opto sempre por fazê-lo e torná-lo bastante rico. A base que costumo utilizar é a seguinte: Tomates bem maduros + Cebola + Alhos + Fio de azeite + Gengibre + Ervas (Orégãos e Ervas de Provença são óptimas opções!).

#2 - Utilizar bechamel caseiro

À semelhança do ponto anterior, é muito prático recorrer ao bechamel de pacote. Porém, quando descobri o quão fácil e rápido (menos de 5 min.) é fazer bechamel, nunca mais comprei um único pacote. Fazer o nosso próprio bechamel tem várias vantagens, além de escolhermos os ingredientes, podemos controlar as quantidades, evitanto o desperdicío. 

As minhas opções para um molho bechamel mais saudável são: Leite de arroz sem açúcar + amido de milho + manteiga de noz + noz moscada (opcional)

#3 - Utilizar proteínas alternativas

Cada vez mais tenho reduzido o consumo de carnes e por isso, a minha Lasanha é uma opção alternativa à típica Lasanha de carne. A minha proteína preferida é o Atum (em água). Para quem gosta de opções práticas, o atum é sem dúvida uma escolha vencedora. Optar pela versão vegetariana também é uma boa alternativa, bastará brincar com os vegetais, as combinações possíveis são intermináveis.  

#4 - Adicionar ingredientes exta

Além da proteína, gosto de enriquecer a Lasanha com ingredientes extra. Cenoura aos cubinhos e cebola picada nunca faltam, porém, para mim não é suficiente. Enriqueço sempre a minha mistura com ingredientes extra, tais como: cogumelos/espinafres/pimento.

Desta forma garantimos a presença de mais sabores e mais texturas que irão supreender. 

#5 - Utilizar queijo com moderação

Por fim, a última dica diz respeito à moderação. Não basta só optar por soluções saudáveis, há que ter moderação na quantidade das nossas escolhas. A Lasanha não precisa de ser uma "bomba" calórica.

O queijo é um dos elementos principais em qualquer Lasanha, é um facto, e por isso não o podíamos deixar de fora. Os meus preferidos são o da Ilha, Mozzarella e Flamengo.

Aqui, o truque está em colocar o queijo apenas no topo (esqueçam as camadas intermédias) e em quantidade menos generosa que o costume. Fica igualmente delicioso e o peso na consciência será certamente menor.

 

Não precisamos de deixar de comer o que mais gostamos para sermos saudáveis. Basta fazermos pequenas adaptações.